28 abril, 2011

Palavriar

A palavra: lava e leva
Leva o decifrar do sentir, o racionalizar do amar.
Descreve o que não vejo e as vezes até o que não há.


Leva leve, mas pesa, sem penar
pode, até sufocar.
Ela corre aqui dentro e bruscamente pára,
tentando não gritar.
E quando grita, lava tanto, que o alívio toma lugar.


Mas quando não sabe-se usar pode despedaçar,
desperdiçando a leveza que nela há.
Maior que a beleza do dizer, é a do saber escutar.


Guardar é o grande dom de falar.

3 comentários:

  1. O que seria de nós, que adoramos escrever se não fossem elas, as palavras?

    ResponderExcluir
  2. E a sua escrita sem dúvidas é sua dom.

    ResponderExcluir